6 de janeiro de 2013

MV da Semana | T-Ara - Cry Cry/Lovey Dovey

Ano novo, coisas novas! Hoje estou estreiando esse post que espero que dê muito certo, chamado "MV da Semana". Basicamente, toda semana trarei um MV e darei minha interpretação sobre ele, alguns como o estreiante dessa semana que vem em dose dupla, tem toda uma trama por trás dele, mas nem todos serão assim. Então vamos ao trabalho!

Essa semana trago os MVs "Cry Cry" e "Lovey Dovey" do k-grupo feminino T-ara. Um é complemento do outro, então não poderia vir separado. O grupo resolveu fazer um mini drama em cada MV, que tem como "personagens" os atores Cha Seung Won e Ji Chang Wook e as membros do T-ara: Ji Yeon, Qri, Eun Jeong e Hyo Min.

Tudo começa em "Cry Cry" onde Ji Yeon ainda criança vê seu pai ser morto por Cha Seung Won, ele com um peso na consciência leva ela consigo e a cria, juntos, eles passam a ser como "caçadores de recompensas". Ji Yeon mantém uma boa relação com Seung Won, chamando-o por ahjusshi, mas ele ainda vive assombrado pelo fato de ter matado o pai daquela que protege.

Apesar de temer a reação de Ji Yeon quando souber o que fez, ele gosta dela, bem como ela dele. No entanto, uma das pessoas que eles procuram, acaba sendo um dos antigos "funcionários" do pai de Ji Yeon, Ji Chang Wook, e que sabe de toda a verdade sobre o assassinato do pai dela.

Mesmo contra a vontade de Seung Won em procurá-lo, e ainda guardando a foto de Chang Wook, após reconhecê-lo em uma loja, ela o segue e acaba sendo levada por ele para seu esconderijo. Quando ele olha na carteira de Ji Yeon, descobre que ela é a filha de seu ex-chefe e conta tudo sobre a morte de seu pai e quem o matou.

Cha Seung Won então é chamado para onde Ji Yeon está, pois é esperado que ela o mate por tudo que ele fez, mas ela atira em Ji Chang Wook que atira em Seung Won. Nesse momento a polícia chega e Chang Wook e seus capangas fogem, levando Ji Yeon junto com eles e deixando Seung Won apenas com a lembrança de Ji Yeon.


Na parte final do mini drama, "Lovey Dovey", a história muda um pouco de figura e nos vemos em uma constante onda de furtos realizados por Qri e Eun Jeong. Depois de um desses furtos, elas param em uma barraca de comida que coincidentemente é cuidada por Cha Seung Won e Eunjung antes de ir embora com Qri deixa o número de seu celular anotado. O que elas não esperavam era que um dos produtos que elas haviam furtado seria uma mala cheia de drogas que são de Ji Chang Wook.

Somos então levados através de um flashback à descoberta de que, na verdade, Qri é Ji Yeon, que após ter sido espancada e largada na rua, é ajudada por Eun Jeong a chegar em um hospital, onde depois de se recuperar faz uma cirurgia plástica para não ser reconhecida. Eun Jeong é então sequestrada pelo grupo de Chang Wook que entram em contato com Ji Yeon (Qri) para que ela devolva a mala com drogas.

Sabendo que isso poderia ser perigoso e que talvez não saísse viva do lugar onde Chang Wook está, Ji Yeon (Qri) resolve revelar sua verdadeira identidade para Cha Seung Won através de um sinal que apenas ambos reconheceriam. Ao lembrar que Ji Yeon (Qri) estava com Eun Jeong e que a mesma havia deixado um número anotado, ele resolve ligar para ele e descobre que Ji Yeon (Qri) está em perigo e corre ao seu resgate.

Contudo, esse resgate acaba dando errado, Ji Yeon (Qri) já estando muito machucada quando Seung Won chega e com ele sendo baleado mais de uma vez por Chang Wook. Ji Yeon (Qri) para tentar salvá-lo, leva-o para um hospital, porém no caminho ele morre. Ela sem nenhuma vontade de viver em um mundo onde aquela que ela ama não estará, dirige para um penhasco de onde se atira juntamente com Cha Seung Won.

0 comentários:

Postar um comentário